Árabes e Africanos

A Arábia e os árabes

- A Península Arábica: litoral e interior deserto.
- Localização de passagem entre a África e a Ásia.
- As tribos do deserto e os beduínos.
- O comércio e o contato com o Oriente.
- O politeísmo em Meca e a Caaba.
- A importância dos coraixitas.

O nascimento e a expansão do islã

- Maomé e as caravanas comerciais.
- O contato com o judaísmo e o cristianismo.
- A revelação do arcanjo e o culto à Alá.
- Islã, "submissão total a Deus".
- A relação entre Maomé e Ismael.
- A Hégira e a fuga de Maomé para Medina.
- A unificação de tribos e o nascimento do Estado.
- O Alcorão e a expansão religiosa.
- A jihad, a "guerra santa".
- Califas e califados: a sucessão do profetas.
- As conquistas da dinastia Omíada.
- A estratégia árabe: o estímulo à conversão.
- Os Abássidas e a decadência imperial.
- A aproximação dos turcos-otomanos.

Economia e cultura

- As especiarias e a produção artesanal.
- A cultura árabe e os contatos culturais.
- Principais contribuições culturais:

Matemática: os algarismos indo-arábicos.
Química: o álcool, o sabão e o vidro.
Medicina: as doenças contagiosas.
Arquitetura: as mesquitas e os templos.

- A arte dos comerciantes: a negociação dos preços; o fiado; o parcelamento e a troca.
- A influência dos árabes na Península Ibérica e, consequentemente, no Brasil.

Os cinco pilares: o credo, a oração, a caridade, o jejum e a peregrinação.


Parte I


Parte II

video
Persépolis (2007), dirigido por Satrapi e Paronnaud


Um material bacana que explica algo um tanto complexo. Boa leitura!




A África dos reinos islamizados

- Coexistência de povos nômades e sedentários.
- Os reinos ao sul do Saara e os maributos.
- O Reino de Gana, a "terra do ouro".
- A importância do produção e do uso do sal.
- O gana, seus auxiliares, e a escrita árabe.
- O Império Mali e o poder o Mansa Musa.
- As destacadas cidades de Djenne e Timbuctu.
- O Reino de Gao e o Império Songhai.
- A sacada da Universidade de Sankore.

Para complementar a nossa aula e nos aproximarmos mais da África, leia um trecho do livro África e Brasil africano, de Mariana de Mello e Souza, uma professora de História da África da Universidade de São Paulo, sobre os reinos iorubás, daomeanos e do Congo e um outro texto, de Reginaldo Prandi, também professor da USP, sobre o universo dos orixás. Para localizá-lo no espaço e compreendê-lo melhor, observe a seguinte animação da Escola Online: África, berço da humanidade e do conhecimento.




Falando em África, você conhece a história da capoeira? Não? Então, assista ao vídeo e fique por dentro não só dessa manifestação de raiz africana e negra, mas de diversas:


Assim como os americanos são todos os nascidos na América, os africanos são todos nascidos na África. E, como sabemos, as culturas americanas não são iguais. Logo, as culturas africanas não são iguais. Sugestão: parar de generalizar e batalhar para identificar as diferenças culturais africanas!


video
Kirikou e os animais selvagens (2005), dirigido por Michel Ocelot e Bénédicte Galup

Um comentário:

  1. Marcos Felício 7 ano I

    Professor muito obrigado pelo post ajudou muito a estudar.

    ResponderExcluir